Esporte Notícias

Jogos Paralímpicos de Tóquio serão em agosto de 2021

 

O Comitê Olímpico Internacional (COI), juntamente com o Comitê Organizador de Tóquio 2020, o governo japonês e o Comitê Paralímpico Internacional (IPC), confirmaram nesta segunda-feira, 30, que os Jogos Paralímpicos serão realizados entre 24 de agosto e 5 de setembro de 2021.

De acordo com os órgãos envolvidos, a nova decisão levou em conta a proteção da saúde dos atletas e demais envolvidos em relação ao vírus Covid-19, assim como manter os interesses dos mesmos e do esporte paralímpico e olímpico. O calendário esportivo internacional também foi outra preocupação considerada.

Com isso, as novas datas vão proporcionar às autoridades da Saúde Mundial e todos os participantes da organização dos Jogos o tempo ideal para promoverem as mudanças necessárias causadas pela pandemia. Além disso, haverá período suficiente para que sejam realizados os processos de classificação para as Paralimpíadas. Até mesmo o clima do Japão será o mesmo que os atletas encontrarão na próxima temporada.

“Desde que nos pronunciamos publicamente em favor do adiamento dos Jogos, defendemos a proposta de que as datas deveriam ser mantidas, apenas alterando o ano para 2021 por motivos de segurança. Congratulamos e agradecemos ao COI e o Comitê Organizador Local pela sensibilidade e pronta resposta ao mundo esportivo de maneira geral. Vamos aguardar a pandemia arrefecer para que possamos compreender melhor o prejuízo causado por esta crise e como vamos fazer o planejamento para as competições e preparação dos atletas que representarão o Brasil em Tóquio no ano que vem”, apontou o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Mizael Conrado.

“É uma notícia fantástica já podermos ter, rapidamente, definido as novas datas para os Jogos de Tóquio 2021. Com isso, dá certeza e tranquilidade aos atletas e a todas as partes envolvidas com este megaevento”, afirmou o presidente do IPC, Andrew Parsons.

“No entanto, a 512 dias dos Jogos de Tóquio, a prioridade de todos integrantes do Movimento Paralímpico deve ser em manterem-se protegidos e saudáveis durante esse momento difícil e sem precedentes”, completou Parsons.

O presidente do IPC afirmou ainda que “trabalhará com as federações internacionais para estabelecer novos critérios de classificação, porém, respeitando os atletas que já haviam assegurado suas vagas para os Jogos”.

Já para Chelsey Gotell, presidenta do Conselho de Atletas do IPC, foi um alívio para a comunidade paralímpica a rápida definição das novas datas. “Com isso, os atletas poderão se preparar mentalmente e começar, de maneira adequada, seus planejamentos para 2021”, apontou.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 acontecerão antes das Paralimpíadas, entre os dias 23 de julho e 8 de agosto de 2021.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br); foto: Fernando Maia/MPIX/CPB

 

Por: Marco Gouveia

Receba as edições impressas da Revista PCD na sua casa!

Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro das novidades!

Quer receber as novidades sobre o universo PCD no seu e-mail? Cadastre-se abaixo:

/* ]]> */