null
Notícias Saúde

Emoções em pauta

Por: Dra. Priscila Valério, Psicóloga Clínica e Esportiva, CRP: 5/44811, cognitiva comportamental, especialista em Liderança e Gestão de Pessoas/UFRJ, criadora da Psicologia de Guerreiro, atuante em clínica psicológica, consultoria psicológica, leciona sobre inteligência comportamental em esfera corporativa, atua há 20 anos com pessoas, aborda temas como potencial humano, habilidades sociais, emoções, habilidades cognitivas e transtornos psicológicos etc. – Instagram: @psicologiadeguerreiro1 (Fotos: Shutterstock)

Ao longo da existência humana, a emoção é uma das temáticas mais estudadas no campo da Ciência Psicológica. A nossa evolução enquanto espécie humana, sob a perspectiva biológica, sinaliza um importante papel que a força das emoções exerce em nossa vida. Cotidianamente, somos atravessados por questões, desde resolução de problemas, doença de um familiar, notícias indesejáveis,conquistas e uma série de outras situações que despertam emoções positivas e negativas em nós.As informações captadas pelos órgãos dos sentidos permitem que a amígdala cortical faça uma varredura na experiência vivenciada em milésimos de segundos no cérebro, em busca de problemas.

Dessa forma, cada situação é desafiada na mente, como uma espécie de sentinela psicológica, com uma pergunta primitiva: “É alguma coisa que vai me ferir?” É uma ameaça à minha integridade física ou psicológica?” Alguma coisa que me faz temer?” (Goleman, 2001) Ressaltando que reações automáticas desse tipo ficaram registradas em nosso sistema nervoso porque, durante um longo período da pré-história humana, eram decisivas para a sobrevivência ou a morte. Assim, nos preparamos para lutar ou fugir da situação. Mas isso é o início para discorrermos sobre um assunto tão fascinante,complexo e multidimensional.

 

A amplitude da emoção
A emoção envolve variáveis subjetivas e objetivas para quem as experimenta. O constructo emocional envolve a motivação, sentimento, ativação corporal, expressão. Esse entrelaçamento do direcionamento da ação emocional, o sentimento subjetivo e interpretado por cada um que sente, o corpo em ativação dos processos psicofisiológicos e a expressão que comunica a emoção, seja através de expressões corporais, faciais ou linguagem, nos sinaliza sobre a amplitude da emoção que acontece de forma individual e única para cada pessoa.

A utilidade das emoções positivas e negativas
Todas as emoções cumprem um papel na complexa dinâmica biopsicossocial do ser humano. As emoções negativas, como o medo e a ansiedade, preparam para luta ou fuga. A raiva, para atacar e agir com energia para
se defender de possíveis ameaças. A tristeza gera retraimento, que pode ser usado como mola propulsora para a busca de razões e significados de existência. Em níveis mais profundos, o indivíduo pode estar depressivo (leia artigo que abordei sobre Depressão). Independente de serem negativas, possuem importância na preservação da sobrevivência humana. As emoções positivas cumprem um papel especial, pessoas que cultivam emoções positivas possuem uma tendência a construir relações mais saudáveis, reforçam suas potencialidades, reduzem os hormônios ligados ao estresse, valorizam atitudes como o perdão, são inclinadas a
serem mais gratas, desenvolvem bons hábitos mentais e físicos, é construtora de ambientes mais favoráveis ao convívio harmônico e bem-estar, e externam mais satisfação e vitalidade.

Aprendizado socioemocional para viver melhor e construir relações na dinâmica do mundo 
Conhecer as próprias emoções facilita o manejo e a regulação emocional para o enfrentamento de situações cotidianas. Elevar o nível de competência social e emocional, intrinsecamente relacionados, é um convite para conhecer como é o funcionamento emocional, como reage à provocação, à frustração, à dor, ao convívio com a família, comunidade, escola, trabalho; hábitos emocionais que estejam enraizados e necessitam de desconstrução para uma nova construção. O aprendizado socioemocional é uma forma inteligente de lidar com a complexidade de demandas do mundo moderno, tais como: a competitividade, competências técnicas, diversidade de opiniões e o vertiginoso avanço tecnológico em âmbito global, dentre outras. Uma maneira de o ser humano encontrar-se em um mundo de mudanças rápidas e incertezas; um mundo em ebulição emocional.

 

Receba as edições impressas da Revista PCD na sua casa!

Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro das novidades!

Quer receber as novidades sobre o universo PCD no seu e-mail? Cadastre-se abaixo:

/* ]]> */