null
Empregabilidade

Presença de profissionais com deficiência no mercado de trabalho cresce 16,3%

Fiat
Fiat

Por: Murilo Cavellucci, diretor de Gente e Gestão da Catho

Ler livros e cardápios de restaurantes, ingerir medicamentos com segurança, consultar saldos e extratos da conta bancária com privacidade e, sobretudo, estar incorporado no mercado de trabalho. Essas e outras situações, por meio do sistema de escrita em braille, têm sido possíveis garantindo autonomia e independência de pessoas com deficiência visual na rotina social e profissional.

De acordo com os dados divulgados pela Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho, em 2017, os empregos formais para pessoas com deficiência somam quase meio milhão. Dentre as taxas de aumento de vagas formais preenchidas por trabalhadores com deficiências física, auditiva, visual, intelectual, múltipla e reabilitados, a maior alta foi registrada para pessoas com deficiências visuais, com crescimento de 16,3% em relação a 2016 (+8,7 mil novas vagas). Muito se deve isso à Lei de Cotas, criada em 1991. É claro que a Lei de Cotas ajudou a promover a inclusão, porém, para que ela realmente funcione, é necessário compreender esse acesso para além do sistema.

É fundamental quebrar paradigmas, buscar informações, conhecer a fundo as especificidades de cada um, e mais do que isso, praticar a empatia e oferecer ferramentas de inserção. O levantamento “O encaminhamento do deficiente visual ao mercado de trabalho”, criado pelo Instituto BenMurilo Cavellucci é diretor de Gente e Gestão da Catho jamin Constant, é um exemplo de iniciativa quando pensamos em deficiência visual e emprego. Criado para ser utilizado como elemento facilitador para encaminhar profissionais com deficiência visual para algumas áreas específicas do mercado de trabalho, o levantamento apresenta diversas opções de carreira, tais como: advogado, analista de sistemas, assistente social, arquivista e corretor de imóveis. Sendo assim, é possível observar um leque de infinitas possibilidades para esses profissionais, contrapondo todas as barreiras que sempre são impostas quando o assunto é competência e qualificação para preencher um quadro de vagas.

 

Receba as edições impressas da Revista PCD na sua casa!

Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro das novidades!

Quer receber as novidades sobre o universo PCD no seu e-mail? Cadastre-se abaixo:

/* ]]> */